domingo, 16 de agosto de 2015

Cantique D’ Amour



“Amo pela alegria infinita de amar:
Pela promessa de felicidade
Que há de sempre florir no teu sorriso,
Que há de eternamente arder no teu olhar...

Amo pela alegria luminosa do amor:
Do amor que é como um Sol
Para o qual eu me volto todo, cada dia,
Hipnotizado como um girassol...

Amo – e este amor
É toda a esplêndida, a única alegria
Da minha vida...”


Guilherme de Almeida

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário